Protetor Solar no inverno? Sim! Saiba como proteger sua pele em dias mais frios

Você sabia que no inverno muitas pessoas acreditam que não é necessário utilizar protetor solar? Por mais que, em dias nublados, ele pareça estar mais fraco, a incidência do sol se mantém praticamente a mesma do verão. Ou seja, mesmo em épocas mais frias, a intensidade dos raios ultravioletas A e B continua alta e exige proteção.

O que acontece é que, no inverno, o ângulo do sol muda, o que dá a impressão de ter “menos sol”. Mas os raios UV atravessam as nuvens e penetram profundamente na pele, sem falar que seus efeitos são cumulativos. Ou seja, imagina ficar sem proteção durante todos os meses do outono e inverno?

(mais…)

VOCÊ JÁ PASSOU SEU PROTETOR SOLAR HOJE?

Você sabia que o Brasil situa-se em uma das regiões de maior insolação do mundo e recebe índices extremos de radiação ultravioleta (UV), que é associada ao câncer de pele?

 

protetor-solar

 

Estimativas do Instituto Nacional do Câncer indicam que houve mais de 170 mil registros da doença no País em 2016.

Os médicos são unânimes em apontar o uso do protetor solar diariamente como uma das medidas mais importantes para proteger a pele desse mal – e o produto ainda tem a vantagem de combater a oxidação causada pelos raios UV e preservar o aspecto jovem da pele por mais tempo.

A seguir, especialistas falam sobre a essencialidade do protetor solar.

 

RISCO 73% MENOR DE MELANOMA

Pesquisas realizadas pelo mundo já comprovaram que o uso de protetor solar diminui o risco de desenvolver câncer de pele. Uma das maiores foi feita na Austrália e acompanhou grupos com diferentes comportamentos em relação ao uso do produto durante 15 anos.

O trabalho, publicado no Journal of Clinical Oncology, em 2011, constatou uma redução de até 73% na incidência de melanoma, o tipo mais grave de câncer de pele, em pessoas que utilizam proteção regularmente.

 

O DESCUIDO DOS HOMENS E O CÂNCER DOS LÁBIOS

Em geral, mulheres cuidam mais da saúde do que homens, e com o uso do protetor solar não é diferente. Uma grave consequência disso está relacionada com o câncer na boca, incluindo os lábios.

As mulheres, por utilizarem batom com fator de proteção, estão menos sujeitas à doença. Dos 15.490 novos casos registrados no País em 2016, segundo o Instituto Nacional de Câncer, 72% (11.140) foram em homens.

Mudar a mentalidade masculina para que adotem cuidados como o uso de protetor labial no dia a dia é um desafio para o combate à doença.

 

MENOS BRASILEIROS PROTEGIDOS

Apesar dos esforços de conscientização sobre a importância do protetor solar para prevenção de doenças, a população brasileira ainda não se protege da maneira correta.

Pior: em 2016, a situação se agravou, como mostrou uma pesquisa realizada pela Consulfarma e pelo Ipupo Educacional, que entrevistou 1.307 pessoas de 21 capitais e mostrou que 65% dos brasileiros não utilizavam o produto diariamente. Em 2015, esse índice era de 53%.

 

NÃO BASTA PASSAR. PRECISA REAPLICAR

Para se proteger dos efeitos nocivos do sol, é necessário usar o produto corretamente. “O protetor solar deve ser reaplicado ao longo do dia a cada 2 horas se houver muita transpiração ou exposição solar prolongada. Se não houver, a cada 4 horas, mesmo quando estiver frio ou nublado”, ensina a dermatologista Dra. Patrícia Mafra, de São Paulo. A quantidade ideal equivale a uma colher de chá rasa para o rosto e três colheres de sopa para o corpo.

 

Você pode fazer a diferença na saúde de todos que estão à sua volta.

Ofereça os novos produtos Soleil e mostre a importância de usar protetor solar diariamente.

RM3_capa-face

 

Fonte: Media Lab Estadão, sob o patrocínio da ABIHPEC

NOVA LINHA SOLEIL | Saiba tudo

A exposição frequente e prolongada aos raios solares, durante vários anos, promove alterações celulares na pele, resultando em um conjunto de sinais denominado FOTOENVELHECIMENTO. Uma pele envelhecida apresenta rugas e flacidez, além de ser mais espessa e ressecada.

Esta radiação solar compreende a luz ULTRAVIOLETA A e B, a LUZ VISÍVEL e a LUZ INFRAVERMELHA.

 

soleil

 

UV

A LUZ ULTRAVIOLETA divide-se em três faixas: UV-A, UV-B e UV-C. Somente as UV-C são absorvidas pelas camadas superiores da atmosfera e praticamente não chegam à superfície terrestre.

As UV-A  e UV-B são responsáveis por todas as características do foto envelhecimento, além de causar as queimaduras solares, fotoalergias e predisposição ao câncer de pele. Inicialmente, acreditava-se que a radiação UV-A não causasse danos à pele. Por isso, determinava-se somente a proteção UV-B. Protetores com alto valor de FPS, mas baixa proteção UV-A, faziam as pessoas se exporem mais tempo ao Sol, sem a devida proteção UV-A. Por esse motivo, foram desenvolvidos os protetores solares de amplo espectro, que protegem contra as duas radiações nocivas a pele, como os novos Soleil.

 

LUZ VISÍVEL

É um tipo de radiação capaz de ser vista por nossos olhos e é emitida pelo sol, por iluminação artificial como lâmpadas fluorescente e por aparelhos eletrônicos como televisão, celular, computadores ou qualquer aparelho que emita luz (conhecida como poluição digital). Ela é capaz de causar pigmentação na pele, além de produzir e estimular os radicais livres.

 

INFRAVERMELHA

É emitida pelo Sol, por luzes artificiais, pelo calor do fogo ou objetos quentes e por aparelhos eletrônicos. Mais penetrante que os raios ultravioletas, atinge até as camadas mais profundas da pele. Acredita-se que ela pode ter efeito aditivo ao UV, gerando radicais livres em excesso, alterando o DNA da célula, interferindo na formação do colágeno, contribuindo para o fotoenvelhecimento e para a formação do câncer de pele.

 

Para combater e reparar os danos provocados pela radiação solar e pela poluição digital, lançamos a nova linha Soleil!

racco-Soleil_emkt_AF

 

O Protetor Solar Corporal FPS 30 e o Protetor Solar Facial FPS 30 contém:

  • Alistin: ativo superpotente que combate o envelhecimento precoce da pele e previne a formação de células queimadas, potencializando a ação dos filtros solares. Protege e estimula as estruturas de colágeno e tem ação antiglicação (glicação nada mais é que o envelhecimento provocado pelo consumo do açúcar).
  • Óleo de café verde: um dos mais poderosos antioxidantes da natureza, rico em fitoesteróis que protegem contra os danos causados pelas radiações ultravioleta, luz visível e infravermelha.

E para conferir uma altíssima proteção solar, o FPS65 que você já conhece está com nova embalagem!

 

Seguindo os mais exigentes padrões internacionais de qualidade e prezando sempre pelo respeito ao consumidor, os valores de UV-A  e UV-B estão expressos nas rotulagens dos novos produtos Soleil.

 

Entenda melhor

FPS

O fator de proteção solar tem a finalidade de indicar ao consumidor qual o grau de proteção dado pelo produto. O FPS se refere à proteção contra os raios UV-B, a proteção frente a quantidade de energia ultravioleta requerida para produzir o eritema (vermelhidão ) na pele. O número do FPS indica o nível de proteção que o produto oferece contra estes raios UV-B.

Por exemplo: se uma pessoa pode ficar ao Sol durante 10 minutos sem nenhum produto protetor na pele e não desenvolver vermelhidão, com um produto FPS 15 este tempo poderá ser prolongado por até 15 vezes, ou seja, 150 minutos ou duas horas e meia.

Porém, precisamos considerar que o suor, a água do mar, se enxugar com a toalha ou fazer exercícios retiram a camada de filtro protetor da pele e por isso é necessária a reaplicação do produto.

 

PROTEÇÃO UV-A

Existem diferentes métodos de avaliação da proteção UV-A, podendo ser realizados in vivo (com voluntários) ou in vitro (através de aparelhos).

A nova legislação da ANVISA determina que todos os protetores solares forneçam proteção UV-A de no mínimo 1/3 do seu FPS, então um FPS 30 obrigatoriamente deve apresentar um FP-UVA 10.

Os valores de FP-UVA podem ser expressos através de estrelas (sistema Boot’s Star Rating), sendo que o maior número de estrelas corresponde a uma maior proteção UV-A estimada, relacionando a razão UV-A/UV-B , conforme descrição abaixo:

protecao-anti-uva

 

O protetor Soleil FPS 65 expressa a proteção UVA desta forma, UVA ++++, ou seja, máxima proteção UV-A.

A medida de proteção UV-A também pode ser expressa por números e o ideal é que esse numero represente 1/3 do valor obtido para o FPS, então um FPS 30 obrigatoriamente deve apresentar um FP UV-A 10.

Você encontra essa indicação em nossos filtros Soleil FPS 30, que contém um valor ainda superior ao mínimo exigido, sendo FP-UVA 11 para um FPS 30.

 

Compre já os seus novos Soleil e inclua mais proteção no seu dia a dia e no de sua família 😉