VOCÊ JÁ PASSOU SEU PROTETOR SOLAR HOJE?

Você sabia que o Brasil situa-se em uma das regiões de maior insolação do mundo e recebe índices extremos de radiação ultravioleta (UV), que é associada ao câncer de pele?

 

protetor-solar

 

Estimativas do Instituto Nacional do Câncer indicam que houve mais de 170 mil registros da doença no País em 2016.

Os médicos são unânimes em apontar o uso do protetor solar diariamente como uma das medidas mais importantes para proteger a pele desse mal – e o produto ainda tem a vantagem de combater a oxidação causada pelos raios UV e preservar o aspecto jovem da pele por mais tempo.

A seguir, especialistas falam sobre a essencialidade do protetor solar.

 

RISCO 73% MENOR DE MELANOMA

Pesquisas realizadas pelo mundo já comprovaram que o uso de protetor solar diminui o risco de desenvolver câncer de pele. Uma das maiores foi feita na Austrália e acompanhou grupos com diferentes comportamentos em relação ao uso do produto durante 15 anos.

O trabalho, publicado no Journal of Clinical Oncology, em 2011, constatou uma redução de até 73% na incidência de melanoma, o tipo mais grave de câncer de pele, em pessoas que utilizam proteção regularmente.

 

O DESCUIDO DOS HOMENS E O CÂNCER DOS LÁBIOS

Em geral, mulheres cuidam mais da saúde do que homens, e com o uso do protetor solar não é diferente. Uma grave consequência disso está relacionada com o câncer na boca, incluindo os lábios.

As mulheres, por utilizarem batom com fator de proteção, estão menos sujeitas à doença. Dos 15.490 novos casos registrados no País em 2016, segundo o Instituto Nacional de Câncer, 72% (11.140) foram em homens.

Mudar a mentalidade masculina para que adotem cuidados como o uso de protetor labial no dia a dia é um desafio para o combate à doença.

 

MENOS BRASILEIROS PROTEGIDOS

Apesar dos esforços de conscientização sobre a importância do protetor solar para prevenção de doenças, a população brasileira ainda não se protege da maneira correta.

Pior: em 2016, a situação se agravou, como mostrou uma pesquisa realizada pela Consulfarma e pelo Ipupo Educacional, que entrevistou 1.307 pessoas de 21 capitais e mostrou que 65% dos brasileiros não utilizavam o produto diariamente. Em 2015, esse índice era de 53%.

 

NÃO BASTA PASSAR. PRECISA REAPLICAR

Para se proteger dos efeitos nocivos do sol, é necessário usar o produto corretamente. “O protetor solar deve ser reaplicado ao longo do dia a cada 2 horas se houver muita transpiração ou exposição solar prolongada. Se não houver, a cada 4 horas, mesmo quando estiver frio ou nublado”, ensina a dermatologista Dra. Patrícia Mafra, de São Paulo. A quantidade ideal equivale a uma colher de chá rasa para o rosto e três colheres de sopa para o corpo.

 

Você pode fazer a diferença na saúde de todos que estão à sua volta.

Ofereça os novos produtos Soleil e mostre a importância de usar protetor solar diariamente.

RM3_capa-face

 

Fonte: Media Lab Estadão, sob o patrocínio da ABIHPEC